sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Várias opções em um só lugar

O Parque da Sementeira em suas diversas faces


Por: Alanna Molina, Ana Carolina, Bárbara Costa, Hugo Fernando e Larissa Karoline

Todo morador da cidade de Aracaju conhece o famoso Parque Augusto Franco, ou, como é mais conhecido, Parque da Sementeira. Pode até não frequentar, mas com certeza já ouviu falar. Localizado na Av. Dep. Silvio Teixeira, no bairro Jardins, o parque tem uma área de 396.019 m², onde a pessoa tem a liberdade de passear, praticar esportes, navegar na internet, sentar-se para ler um bom livro, ou simplesmente juntar-se a seus amigos para conversar, além de ser também um local de preservação ambiental. Uma grande área natural para fugir um pouco da urbanização cotidiana da cidade, e um local para sentir a natureza e aproveitar as várias opções de lazer.
Muitas pessoas frequentam o parque para caminhar, andar de bicicleta, levar os filhos para o parquinho infantil ou apenas para relaxar mesmo. Porém, o famoso Parque da Sementeira tem muitos aspectos que, infelizmente, a maioria das pessoas desconhece. Aspectos esses que vão desde os cuidados com a fauna e a flora até a atenção dada ao esporte, cultura e tecnologia.

Caminhada é uma das opções de esporte e lazer

Um pouco da história até hoje

Em 1980 foi criada uma sementeira de cocos como fonte de pesquisa, apropriada pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Algum tempo depois, na gestão do prefeito Heráclito Rolemberg, a sementeira de cocos foi transformada em parque pela Prefeitura de Aracaju. A partir daí, o local estava aberto ao público, mantendo o verde natural contrastando com o cinza dos concretos da cidade. O nome oficial do parque foi dado em homenagem ao governador da época, Augusto franco, mas acabou ficando conhecido apenas como Parque da Sementeira.
O parque é administrado pela Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), patrocinado pela Prefeitura de aracaju e a manutenção diária conta com funcionários da limpeza da empresa Torre. Há também biólogos e veterinários, já que lá é mantida uma rica diversidade da fauna e flora. Hoje, quem vai ao parque encontra uma estrutura receptiva. Para a família existe a grande área verde ou os quiosques para um piquenique, e os parquinhos infantis são uma boa opção de diversão e segurança para as crianças, já que todos os brinquedos foram feitos de ferro galvanizado para facilitar a manutenção e dificultar a ferrugem.
A segurança também é intensiva. São instalados e mantidos postes refletores para a ampla iluminação do local, além da presença constante da Guarda Municipal de Aracaju, que mantém um posto ativo dentro do parque e vários guardas em toda a extensão do local.


Um pouco da natureza


No Parque existem mais de 100 espécies de árvores, entre nativas e exóticas da mata Atlântica. Toda o cuidado com a adubação e podação é orientada sob os cuidados de biólogos especializados para manter sempre o habitat e as condições ideais para a vitalidade das plantas. Existe ainda o projeto Farmácia Viva, que alia o conhecimento popular à pesquisa, onde as pessoas podem encontras vários medicamentos entre pomadas, sabonetes, óleos e outros produtos naturais. Todos os medicamentos decorrem de estudos em parcerias com entidades de ensino superior, onde são analisadas a dosagem e a concentração que devem der empregadas nos tratamentos.



A diversidade não só da flora mas como também da fauna já é um atrativo do local. Lá vivem além das aves comuns, patos e cisnes, outras espécies menos vistas, como pica-pau, joão-de-barro, canário, gavião e coruja. Existe um projeto de construção de um grande viveiro que abrigará as aves que estão hoje nas praças Tobias barreto e Teófilo Dantas.

Cultura, Esporte e Tecnologia


No intuito de transformar o parque cada vez mais em um local atrativo, a Prefeitura de Aracaju realiza eventos esportivos e culturais. O projeto Domingo no Parque promove apresentações musicais uma vez por mês, diversificando o fim de semana e proporcionando uma sensação de tranquilidade causada pelo próprio espaço natural. 
Já o projeto Atividade Física no Parque oferece aulas gratuitas ao ar livre, sempre com professores preparados. A aulas são feitas em um tenda montada ou até mesmo na área verde. Além da quadra poliesportiva, campo de futebol, espaço com aparelhos para exercício físico e pista para caminha e passeios de bicicleta.
A Casa de Ciência e Tecnologia da Cidade de Aracaju (CCTECA), instalada dentro do parque, conta com um planetário digital com sistema de som e sala climatizada, que simula, em 3D, imagens reais de planetas, estrelas, galáxias, e que leva os visitantes a uma incrível viagem pelo universo. Além disso a CCTECA também tem 82 experimentos interativos e um telescópio para a observação da lua e até de alguns planetas. Tudo isso aberto ao público, para difundir a ciência e a astronomia e, é claro, para o lazer.
O Parque da Sementeira foi escolhido como primeiro ponto de acesso livre ao sistema wireless em Aracaju. A zona de acesso atinge um raio de 200 a 300 metros, a rede trafega a 1Mbps e pode ser acessada sem senha. 
O parque mostra, assim, que muitas possibilidades de entretenimento oferecidos à população e que é uma opção divertida e segura para aqueles que querem um programa diferente.



E então, qual vai ser a sua opção?


Um comentário:

  1. Bem bacana, o parque da sementeira é sempre um bom lugar pra caminhadas.

    ResponderExcluir